A BlackBerry e os efeitos midiáticos

blackberry-investors

Falae galerinha….

Hoje resolvi, em meio a muitas coisas que ouvimos falar sobre a BlackBerry, falar o que eu acho de tudo que está acontecendo com a tal.

Não é de agora que eu vejo muitos blogueiros, especialistas e analistas, profetizar o futuro da BlackBerry. Vejo e leio muitas matérias em portais bem conhecidos de notícias e tecnologia falando sobre o “futuro negro” da BlackBerry, ou “A BlackBerry agoniza”, entre outros rótulos e títulos que eu, geralmente, dou risada, mas acabo lendo pra saber a opinião do editor, que por muitas vezes acaba sendo patético.

Não sei se é patético por falar alguma coisa que não sabe ou se por rumores que se espalham pela rede mundial, ou se é patético de nascença. A maioria dos blogs e especialistas que falam sobre tecnologia deveriam ter um mínimo de ética pra falar de alguma empresa ou marca, na verdade deveriam ao menos saber do que falam, pois a opinião deles nem sempre é bem ouvida ou vista pelos usuários que ali estão lendo. Portais como Olhar Digital, Techtudo, Tecmundo, Ig, G1 entre outros, deveriam contratar pessoa capacitadas a falar sobre o que eles sabem, e não ficar traduzindo notícias que acaba parecendo mais como um telefone mudo. O Olhar Digital mesmo é um dos portais que, apesar de ter até um programa na TV, é um dos portais que mais falam mal da marca BlackBerry, mas baba no ovo da Apple, Samsung e Google. Pouco se vê algo interessante nesse portal sobre BlackBerry, na verdade eles parecem mais que são pagos pelas outras marcas pra falar um monte de merda da marca que nós abraçamos. Não sou nem um pouco contra outras marcas, nem um pouco contra a Apple, Samsung, Android… pelo contrário, eu gosto delas, só não uso, mas gosto, acho interessante, cada marca e cada sistema tem suas particularidades.

O problema aqui é que o efeito midiático afeta muito a mente da população e isso vai passando de boca-a-boca, ou de ouvido-a-ouvido, e acaba pegando mal para aquela marca que, talvez você ai gostava e acabou optando pela marca que todo mundo fala bem e que é hoje a líder do mercado, mas isso não significa que a outra vá morrer.

Há quanto tempo que a mídia fala mal da BlackBerry? Se você ler as últimas notícias da BlackBerry, só se falam que a marca está morrendo. Se dependesse deles com certeza hoje a BlackBerry seria mais um Palm da vida. Porém hoje se olhar a BlackBerry, apesar dos maus bocados que anda passando por esses últimos meses, eles ainda tem bilhões de dinheiro em caixa e produtos ainda bem sólidos nas prateleiras. Mas morto jamais.

A BlackBerry está na linha de frente dos negócios de smartphone, que sem dúvida é o maior e mais competitivo mercado de eletrônicos de consumo do mundo. O sucesso é normalmente é reservado para empresas com número de crescimento recorde e grandes lucros trimestrais, infelizmente a BlackBerry não tem nada disso.
Com pequenas perdas trimestrais, pequenas perdas de usuários e com receitas mais baixas, a BlackBerry não é definida como bem-sucedida no momento, mas isso não significa”estar morta”.

Percepção: Esse é o maior problema da BlackBerry. É Complicado encontrar empresa menos percebida do que eles, nem a Petrobrás que deixa milhões de litros de derramamento acontecerem pelo mundo parece estar mais limpa que a marca BlackBerry.. Parece que a BlackBerry está sendo vista como uma pedra no sapato da tecnologia móvel atual.

Eu não entendo…

  • Milhões de BlackBerry 10 já foram vendidos.
  • Milhares (não tanto assim) de aplicativos disponíveis no BlackBerry World além de bastantes aplicativos populares ainda não disponíveis.
  • O sistema operacional bem eficiente e sólido, com mensagens e compartilhamentos de conteúdo top de linha
  • O hardware é top entre os mais atuais
  • As alternativas e ferramentas de desenvolvimento são grandes
  • Duração da bateria é ótima em comparação a outros smarts
  • O projeto é ótimo.
  • Segurança eficaz, melhor não existe

Com tudo isso na manga, porque a BlackBerry está tão ruim no seu negócio?

Sinceramente eu não sei como um novo dispositivo desse como o BlackBerry 10 pode estar sendo preso no seu próprio tempo, eu fico indignado por conta de que esses novos modelos do OS 10 temos total capacidade de instalar muitos aplicativos, a maioria dos aplicativos Android são compatíveis e podemos portar para o BlackBerry, temos total comodidade em utilizar, tanto aplicativos nativos quanto aplicativos do Android, e mesmo assim a empresa não consegue alavancar seu produto. Mas o problema não é a nova plataforma, rica em detalhes e rica em praticidade, porém na minha opinião, veio tarde demais. Eles deixaram o melhor produto do mundo chegar tarde no mercado e, digo tarde, porque veio muito tarde mesmo, na época em que outras plataformas do iPhone e Android já estavam melhor falada. Eles deveriam ter lançados há pelo menos 1 ano atrás, isso teria feito a marca alavancar muito mais e hoje estaria bem mais conceituada, isso senão na sua melhor posição. É muito triste ver resultados de uma empresa que há 5 anos atrás detinha 51% do mercado de smartphone e hoje não passa dos 4%, realmente muito triste.

Quando a qualidade do seu produto depende da força da sua marca, é melhor ter certeza de que você tem um sinônimo de “Bom ou Legal, de fantástico e de novo”. No entanto, como falei acima, a mídia tem pintado a BlackBerry como um produto sem saída e sem futuro. Com isso, diminui o número de usuários que querem possuir um produto com reputação baixa. As plataformas móveis tornaram-se, de longe, a característica mais importante em smartphones. isso significa que a capacidade de percepção da empresa para continuar o desenvolvimento do futuro da plataforma é tão importante para aqueles que compram novos telefones quanto os que já possuem e querem se atualizar. Quem não quer utilizar uma marca “cool” hoje? Com todos os meios de comunicação reiterando a previsão de “morte” da marca BlackBerry, está se tornando uma profecia e seus altos e baixos estão cada vez mais baixos.
Tudo bem. Eu não vou colocar os problemas atuais da marca BlackBerry totalmente na mídia, até porque a própria empresa tem feito um trabalho vergonhoso na comercialização dos seus produtos e na gestão da Percepção. Pra ser sincero a culpa é 99% da BlackBerry, creio eu que mesmo se pudessem ter tantos  aplicativos Android e iOS portados para ele, ainda teriam tempos difíceis. E porque? Simplesmente por conta de ser o BlackBerry, como dito, a percepção é tudo e BlackBerry não será capaz de vender seus aparelhos se não descobrirem um modo de melhorarem a reputação e tentar restaurar a integridade da sua marca. O negócio da BlackBerry, antiga RIM, está em apuros e os efeitos midiáticos já se tornaram um loop constante, mesmo com a qualidade do produto seja perfeita.

Na verdade a mídia em geral só diz às pessoas o que elas querem ouvir. Isto é oque os ajudam a ganhar leitores e aceitações. Em 2008 a BlackBerry estava indo tão bem e os meios de comunicação não hesitavam em falar bem da marca, isso faz sentido, até porque a BlackBerry comandou a maioria dos usuários naquela época. No entanto, se você voltar para 2011, a BlackBerry estava ficando totalmente destruído na mídia. Isto correspondeu ao declínio mais rápido nas vendas, o preço das ações e o valor da marca simplesmente despencaram. Enquanto o seu declínio foi devido a mudança de paradigma no novo meio de utilização de aparelhos criados pela Apple, a mídia agiu como um catalisador para mudar isso. Com dois contratos de 1 ano com os EUA, a queda não foi tão rápida. Foi a deterioração da marca que realmente acabou fechando o contrato entre os Estados Unidos. Além disso, o sucesso da Apple e Samsung tem mostrado que um GRANDE MARKETING é crucial nesse ramo.

O Marketing é o alicerce que vai fazer com que sua marca ganhe integridade, e isso deve ser levado muito a sério. A incapacidade da BlackBerry para resolver sua percepção permitiu que a mídia tirasse proveito da situação. Em 2013 ou 2014 serão anos promissores para a BlackBerry e eles tem de pensar em algo para reparar esse problema e retomar a confiança dos usuários, mas a retomada está tornando essa reparação muito baixa, com a possibilidade de fechamento de capital ou venda de alguns ativos, a BlackBerry ainda é uma incerteza, apesar de produtos sólidos em suas prateleiras.

Eu ainda acredito que a BlackBerry pode, se quiser, voltar a ser um dos líderes no mercado, até porque ela ainda é líder no mercado corporativo, porém pra retomar a integridade da marca, o CEO da BlackBerry. Thorsten Heins, precisará rebolar para tentar levantar seu nome e da sua empresa.

Fonte: INTERNET

Malluco

Super Pai. Profissional de tecnologia há 26 anos, programador e webdeveloper nas horas vagas, técnico em eletrônica fulltime, designer, curioso e meio malluco. Uma boa cerveja faz parte do seu DNA e não nega pra ninguém.