[Opinião] O que a BlackBerry deve fazer para se manter no mercado?

Earns BlackBerry_Glas

A Blackberry que dominou o mercado desde 1999 até o início de 2011 com seu sistema de comunicação, especialmente de e-mails trocados através de dispositivo móveis, por conta de uma péssima gestão vem observando sua base de usuários que chegou à 80 milhões no mundo todo se dissolver gradativamente. Arrotavam caviar, usavam como argumento que nunca eles seriam superados por conta da sua “segurança” o que de fato foi e é o maior patrimônio criado pela empresa até então, por conta disso que suas soluções permanecem em grandes corporações que presam pela integridade dos dados trafegados na Internet, um lugar comprovadamente inseguro. É a única empresa a possuir todos os certificados de segurança máxima dos mais renomadas instituições governamentais das maiores potências mundiais, exemplo EUA e Europa.
Agora, à nós, consumidores normais, o que importa tanta segurança se eu não posso ter uma experiência mais divertida no meu smartphone? Essa frase é que a liderança da Blackberry não reconheceu, podemos dizer “parou no tempo” neste quesito e vieram grandes como Apple e Google para exterminar com a hegemonia da Blackberry.

Dois CEOs cairam para chegarem no atual John Chen que possui uma garra e vocação profissional de cair o queixo. Por que gastar bilhões de dólares anualmente para oferecer smartphones (hardware) maravilhosos, os melhores, os mais seguros, o mais completos, etc, se o mercado não os quer mais? O que fazer então para se manter vivo?

A pergunta foi simples: onde é que fazemos dinheiro? Segmento corporativo. Portanto, vamos explorar esse segmento que somos fortes e ninguém tem ou pode ter o que temos devido as patentes que fomos acumulando no decorrer dos anos. Que empresa séria confiaria seus dados serem trafegados de forma insegura na nuvem chamada Internet? A resposta seria nenhuma, mas aqui no Brasil então que ninguém se importa com isso, já provou-se que a presidente tem suas ligações e e-mails interceptados facilmente pela CIA. Tadinha, ela é muito mal assessorada tecnicamente e tem milhões de bitolados sem noção confiando suas redes em servidores Microsoft, Apple e Google quando deveriam deixar o entretenimento de lado e garantir a integridade da sua empresa usando o BES10 (Blackberry Enterprise Services) que encapsula seguramente e inviolável todo o tráfego servidor-device-servidor. Sem falar que ele atende qualquer device: iOS, Android, WP, inclusive é claro o Blackberry.

Em paralelo, estão estancando as sangrias de dinheiro e recursos mal investidos. Eu acredito que o atual CEO está conduzindo esta empresa no caminho correto.#Blackberry #IchooseBlackberry.

Hoje, a Blackberry tem o Z30 que é o melhor smartphone e sistema operacional móvel do mundo em todas as comparações feitas, não só por quem usa, mas pela mídia especializada. Continuará sendo até que alguém venha a superar seu potencial. Mesmo assim, as pessoas usam a moda como mote para satisfazer a sensação de ter feito um bom negócio do tipo: “Todo mundo tem um iPhone ou Android, logo é o melhor”. Eu só lamento e recomendo que na hora de escolher seu próximo smartphone, não escolha o celular que tem leitura biométrica ou tem câmera com 99 MP e processador Octacore Thunderbird, etc, olha o conjunto hardware + software que eu garanto não haver nada semelhante ao Blackberry 10.

Texto de Eduardo Fontes

Malluco

Profissional de tecnologia há 23 anos, programador e webdeveloper nas horas vagas, técnico em eletrônica fulltime, designer, curioso e meio malluco. Uma boa cerveja faz parte do seu DNA e não nega pra ninguém.

banner-bbmagazine-blackbooster