BlackBerry Passport

Iae pessoal

Enfim o BlackBerry Passport chegou as nossas mãos e nossa equipe fez um apanhado de informações completas sobre esse belíssimo dispositivo e mais abaixo você vai conhecer tudo o que ele é capaz de fazer.

Primeiro, Aonde comprar o BlackBerry Passport?

Nós podemos lhe ajudar, nós vendemos o BlackBerry Passport e você pode encontrar na loja do nosso parceiro www.vendasblackberry.com.br. Ai entrar em contato, diga que viu o anuncio no BlackBerry Magazine, lá você pode pagar parcelado no cartão de crédito e ter em suas mãos a melhor experiência que jamais vai ter. Ou pode também entrar em contato com nosso parceiro BlackBooster.

Unboxing

Vamos começar mostrando pra vocês um Unboxing light que acabei aprontando pra vocês terem uma noção do que vem na caixa junto com o aparelho e algumas características básicas, creio que esse vídeo tire um pouco das dúvidas de como é o aparelho, inclusive em relação aos demais BlackBerry 10 já lançados no mercado em dimensões e tamanho, assistam:

O BlackBerry Passport foi anunciado no dia 24 de setembro e já bateu recorde de venda entre os aparelhos já lançados da BlackBerry e chegou com um novo toque no formato do seu teclado QWERTY clássico.

Seu design não agrada a primeiro olhar, eu mesmo inicialmente achei um pouco estranho, mas quando você coloca as mãos em um você se apaixona de primeira, sua pegada é perfeita, sua grande tela quadrada faz você se sentir por completo uma facilidade enorme e agradável de leitura e toque.

De acordo com a empresa canadense, o BlackBerry Passport foi construído para a produtividade e um dos principais pontos de venda é que o aparelho é um super Smartphone que é otimizado para a leitura, como já falei antes, seu grande visor faz você ter uma grande experiência para visualização de conteúdo, leitura de documentos, uso de mapas, gerenciamento de e-mails e por fim a navegação web sem perder nada.

Mais abaixo falaremos das principais vantagens de se ter um BlackBerry Passport e tentarei mostrar pra vocês a sensação que é ter um aparelho desses nas suas mãos, é uma sensação de poder total. Leia com bastante atenção e não perca nada.

No final daremos total apoio e suporte para aqueles que quiserem adquirir um Passport, pois nós temos e podemos lhe vender tirando toda a sua preocupação de ter que importar o aparelho passando por todo o processo de demora, problemas alfandegarios e com a receita federal, por um preço ótimo, confiabilidade e garantia total pela BlackBooster.

Vamos direto as configurações iniciais…

passaporte-x-blackberry-passaporte-bbmagazineO BlackBerry Passport possui especificações melhores do que qualquer outro BlackBerry anterior. A sua grande tela equipada com Gorilla Glass 3 de 4,5″, display de 1440×1440 de resolução, equipado com um processador Quad-Core Qualcomm Snapdragon 801 2.2GHz (personalizado para BlackBerry), memória flash de 32GB e aceita cartão de memória até 128GB (aceita mais) e possui 3GB de RAM.
Preciso de tempo para fazer um teste de estresse nesse aparelho e verificar se ele realmente aguenta, assim como fiz entre o BlackBerry Q10 e o BlackBerry Z30.

O que se nota é que no Passport ele é leve e rápido, a usabilidade dele é completamente perfeita, não trava e abre os aplicativos e recursos do sistema com tanta rapidez que as vezes parece que ele abre antes mesmo de você tocar, apenas com o pensamento… Tudo parece mais rápido no Passport.

Para funcionar no Brasil o modelo 4G, necessário que seja o número de modelo SQW100-1 ou SQW100-5 também, pois outros modelos não são compatíveis com essa frequência nacional.

O Wi-Fi vem em frequência de 2.4GHz 802.11 b/g/n e 5GHz a/n, equipado também com Bluetooth 4.0, NFC para suportar pagamentos e troca de arquivos e também suporta Wi-Fi Direct, Miracast e DLNA e GPS simultâneo.

As portas disponíveis são USB, vem com entrada para Nano Sim Card e cartão de memória externo.

Um recurso que tem e eu achei perfeito é referente ao “som natural” que ele possui. O Passport foi criado para ajustar automaticamente o volume de chamadas com base em quão perto ele esta do seu ouvido, ou seja, ele se adapta dinamicamente em tempo real em torno da rede de som para te fornecer consistentemente uma boa qualidade de áudio, e tudo de forma natural e automática.

Dentre todas as principais características do aparelho, e creio que seja a maior atração, é seu teclado QWERTY, que se diferencia dos modelos QWERTY atuais por ser capacitivo, ou seja, sensível ao toque. A falta de uma quarta fileira de teclas no dispositivo inicialmente deixou alguns intrigados, mas eventualmente, ele foi um modelo de BlackBerry que teria uma nova introdução de teclado físico e inovador e com isso, com apenas as três fileiras de teclas, o Passport utiliza a sua enorme tela para oferecer as teclas virtuais adicionais que mudam em contexto com o que você está fazendo no aparelho.

passport-teclado-touch-bbagazine

Além disso, o teclado físico é touch e capaz de reconhecer gestos. Os mesmos utilizados em um Z10 ou Z30 por exemplo, o teclado funciona como um trackpad/teclado/touch, dos quais ao digitar você tem a opção de palavras prescritas, bastando aquele famoso “arrastar” para ativar a palavra completa. Muito bom e fácil por sinal, que ajuda muito e economiza muito tempo.

Veja abaixo uma imagem com algumas especificações do aparelho:

especificacoes-blackberry-passport-bbmagazine

Peso

Se está acostumado a utilizar qualquer outro modelo de smartphones, inclusive os BlackBerrys anteriores, quando colocar a mão no Passport vai notar a diferença já no peso. São 196 gramas de uma super máquina. Ele é pesado sim, mas é um aparelho muito sólido e não pesado.

É um aparelho muito resistente, você só vai perceber isso quando colocar as mãos em um, aqueles vídeos que disponibilizamos antes de teste de resistência desse aparelho não é a toa, pois ele é muito resistente e solido referente a sua carcaça. Ele é mais resistente a qualquer outro modelo que já foi lançado de BlackBerry até hoje, nota-se que, apesar do peso, a carcaça dele pode suportar muita coisa e sua tela Gorilla Glass 3 é nitidamente fantástica.

Design

A primeira pegada do aparelho é estranho, mas acaba-se acostumando e gostando, pois ele possui um design feito especialmente para caber nas suas mãos, o mais gostoso ainda é que ele tem uma carcaça super macia e não é aquele material gelado que outras marcas possuem em seus aparelhos. Ele tem um material especial que acaba deixando qualquer outro modelo de lado.

Cabe facilmente nas suas mãos, todo quadrado. Há quem diga que é feio e estranho, mas cada um tem uma opinião, a minha é que é perfeito e sua tela grande facilita muito na leitura de textos incluindo os chats e redes sociais, visualização de vídeos e inclusive mapas que acaba deixando outras telas de smartphones no chinelo.

tampa-blackberry-passport-bbmagazine

Sua tampa tem um ótimo acabamento, liso com uma leve camada de borracha, não sendo aquele material de aluminio ou metal como estamos acostumados. A tampa, pra quem tem um Torch 9860, é bem parecido na pegada, mas não no design. Incluindo a logomarca da BlackBerry espelhada.

Senti uma grande leveza ao digitar, pois meus dedos encaixam perfeitamente na tampa, ao segurar e digitar fica simplesmente perfeito e não sente seus dedos cansados, você não vai sentir uma falta de colocação na parte de trás. É um material muito macio, vocês vão gostar.

Os botões foram colocados nos padrões BlackBerry, porém senti muita diferença nos botões de volume inclusive no botão Power. Pra você ter uma idéia vamos mostrar umas imagens comparando os botões de volume do BlackBerry Passport e outros modelos anteriores, veja:

volume-botoes-blackberry-passport-bbmagazine

Notem a diferença, eu senti muita e que no Passport ficou melhor dessa forma, mais espaçado sem chance de você apertar o botão errado.

A entrada USB foi colocada na parte debaixo para que fique mais fácil. Essa engenharia funciona bem, eu prefiro dessa forma, colocando os conectores de lado muitas vezes eu sinto que atrapalha de alguma forma na digitação ou na pegada do aparelho, pensando no modo de que você vá utilizar o aparelho com ele em carregamento, o cabo conectado nas laterais do aparelho ocupando um pouco o espaço e fica difícil sua utilização.

Com o Passport é diferente, o conector fica na parte debaixo, assim como no Bold 9790, fica mais fácil e não atrapalha caso você necessite utiliza-lo enquanto carrega.

Infelizmente o Passport não vem equipado com entrada HDMI…

usb-blackberry-passport-bbmagazine

Notem também o falante do BlackBerry Passport, o viva-voz fica em volta ao conector USB com uma qualidade incrível de som, você pode notar isso no Unboxing que fizemos no vídeo que está no início desse tópico. A qualidade do som impressiona no primeiro toque.

Ao colocar uma música aqui no escritório, dois amigos que estavam na frente já olhou pra mim com os olhos arregalados e perguntaram “é o som do aparelho?”. Pra vocês verem o quão ótimo é a qualidade.

Veja alguns acabamentos do aparelho com mais nitidez através dessas fotos:

Exibir álbumExibir álbumExibir álbumExibir álbumExibir álbumExibir álbumExibir álbumExibir álbumExibir álbum

 

Em comparação ao tamanho do BlackBerry Passport e alguns outros aparelhos disponíveis no mercado, nós também tiramos algumas fotos entre ele e outros como o Sony Xperia Z1 e Z2, com o Nokia Ultra, com o BlackBerry Z30, BlackBerry Q10, Samsung Win Duos, veja:

 

 

O tamanho dele atrapalha?

Outra coisa que parece preocupante a olhos nús é com relação ao tamanho dele. Aparentemente ele parece ser um grande aparelho do qual pode atrapalhar muito na utilização, na pegada, na digitação, no manuseio em geral e etc…

Na verdade não é tããão grande quanto parece nas fotos. Ele se encaixa perfeitamente no seu bolso das calças, a não ser que você esteja usando uma calça jeans de cantor sertanejo, ai não há celular que caiba ali. Reparem em uma foto que tirei pra demonstrar que ele entra e encaixa perfeitamente dentro de uma calça Jeans normal, veja:

na-calca-blackberry-passport-bbmagazine

Na verdade ele desliza no bolso da calça e short com bastante facilidade. Fui almoçar com o Passport e fiquei com ele no bolso da calça numa boa, não me incomodou em nenhum momento, e eu não sou alto nem nada e mesmo assim não me incomodou. Uma coisa que eu gosto muito e que eu senti é que ele não sai facilmente do bolso, isso facilita muito no quesito segurança, você não corre o risco de um batedor de carteiras, por exemplo, arrancar o aparelho do seu bolso com facilidade sem que você não perceba.

Também ajuda pois não sai com facilidade, você pode pular, saltar, correr e ele vai ficar lá preso no seu bolso, sem incomodo e sem quebrar. Já tive problema com aparelhos que, ao dar uma corrida ou até uma caminhada ele acaba querendo saltar do bolso como se estivesse querendo voar. No BlackBerry Passport senti que isso não será um problema, portanto, tenha em mente que ele é grande SIM, mas é um tamanho que ajuda e não atrapalha.

É um aparelho para ser utilizado com as duas mãos. Por mais alto ou grande que você seja, vai ter que utilizar as duas mãos para manusear o aparelho e isso é uma coisa muito boa, vai prevenir muita dor de cabeça com aparelhos caindo acidentalmente ao querer segura-lo com apenas uma mão, não tentem isso. Eu que tenho as mãos pequenas preciso certamente utilizar minhas duas mãos, mas isso eu já faço pra qualquer outra coisa ou qualquer outro aparelho que tenho, utilizo sempre as duas mãos para ter uma melhor performance na digitação e usabilidade do aparelho.

Tela / Display

tela-display-blackberry-passport-bbmagazine
Um dos principais fatores de vendas do BlackBerry Passport, de acordo com a própria empresa, é que ele foi otimizado para “visualização de entrada”.
Eles fizeram um LCD com tamanho perfeito para isso, e muitos acharam que não seria possível, certo?.
Seu display com 1440×1440.
O Passport tem a vantagem adicional de manter-se muito eficaz com sua tela contra a luz solar direta, ao contrário do BlackBerry Z30 que teve seus recursos de brilha de tela limitadas e isso não é um problema no BlackBerry Passport.

Existem algumas funções na tela que você pode coloca-lo como um brilho próprio pra ser utilizado na noite, com efeitos de estrela noturna e tal, você pode fazer também, fica a seu critério, mas não é recomendado pois ele pega na bateria.

--citacao1--bbmagazineA tela dele é cerca de 30% mais larga do que um dispositivo que tem uma tela de 5″ full-touch do mercado e, nos testes, ele mostra até 66 caracteres de impressão em um editor de textos. Faça os testes, e escreva a palavra PNEUMOULTRAMICROSCOPICOSSILICOVULCANOCONIOTICO, a maior palavra do dicionário Português Brasil com 46 caracteres. Na tela do Q10 essa palavra se quebra no meio, assim também no Z30 e Z10. Porém no Passport ficou inteira sem quebrar. Claro que depende de muitos fatores como o tipo de fonte utilizada e o tamanho, mas digo isso no padrão de fábrica.

Os aplicativos fluem perfeitamente na tela grande. A tela chamada “desktop” do Passport é perfeita, e ao abrir a quantidade de 8 aplicativos simultâneos, diferente dos modelos anteriores, ele minimiza os aplicativos finais em 4, mas mantendo a sua aparência fácil de ser encontrada. Não existe nele a tela móvel onde os apps abertos ficam 4 em cima e 4 embaixo. Com sua tela grande eles se encaixam perfeitamente da forma ao qual foi feita e é uma experiência única, nenhum outro faz isso. (imagem acima)

O toque na tela é fácil, rápido e simples, ele aceita o toque facilmente não engasga e vai onde você quer ir, simplesmente perfeito.

Eu torço que BlackBerry venda bastante para ser obrigado a manter esse formato em outros lançamentos futuros.

Bateria

bateria-blackberry-passport-bbmagazine

Sabemos que a bateria é o Calcanhar de Aquiles para todos os Smartphones disponíveis no mercado e devido a essa ser uma peça fundamental num aparelho, temos que tomar certos cuidados para mante-lo sempre funcionando de modo que não acabe quando mais se precisa. (Nós temos dicas para você economizar bateria no BlackBerry 10, clique aqui e veja).

No Passport a BlackBerry tentou não fazer desta uma preocupação, só falta saber se conseguem. Na minha opinião sim, a empresa mandou logo uma bateria de 3450mAh para equipar o BlackBerry Passport, embora existam argumentos sobre se ele poderia ter ficado ou não removivel, eu particularmente acho que poderia ser removível, é mais simples de se manter e caso necessitem a troca é mais fácil, porém dessa forma evita que o aparelho se danifica por possível mau cuidado do usuário, que acostumados com aparelhos anteriores, acabam retirando a bateria com o aparelho ligado e isso pode prejudicar. Para um equipamento tão robusto e forte de hardware como o Passport, uma atitude de retirar a bateria no meio de uma operação de processamento pode acarretar em uma tragédia, pois bem isso foi pensado e evitado, FIM !
Não consegui fazer um teste de estresse no BlackBerry Passport ainda para saber até quanto que essa bateria aguenta, mas irei fazer isso com bastante calma.

Nos testes mais básicos de utilização intensa o Passport durou até 14 horas de uso intenso, depois das 14h eu tive que dormir pois ninguém é de ferro, após 8h em stand by, notei que ele consumiu pouco mais de 3% da bateria apenas, continuei o uso após a soneca e ele durou mais ou menos 16 horas, e mesmo assim a bateria ainda possuía 13% de carga, sendo assim no outro dia continua 9%, do qual ainda durou cerca de 6 horas de uso constante. Ou seja, se contar as horas com ele ligado em uso, ficou em torno de 44 horas sem precisar carregar. Nesse quesito sou bem detalhista então eu fui marcando as horas sim. Pra mim ele durou muito bem, obrigado!!!
A durabilidade da bateria em um smartphone é uma constante que deve ser definida de acordo com a usabilidade do usuário. Não da para prever que a bateria vá durar 30 horas sem fazer um teste intenso, ou seja, uma bateria de 4000mAh pode durar 40 horas pra mim com uso intenso mas também pode durar 12 horas em uso muito pesado, isso é uma variável indefinida, ou seja, há dicas que podemos utilizar para economizar mais bateria mesmo com uso pesado, mas nenhuma bateria é infalível e uma hora ela para e necessita de recarga.

Qualidade das chamadas

qualidade-blackberry-passport-bbmagazine

O BlackBerry Passport foi feito pensando na melhor experiência do usuário quando se refere a funcionalidade, recursos de smartphones e principalmente em receptividade de ligações.
As sua chamadas são claras com um som superior, graças ao BlackBerry Natural Sound, que agora modifica a qualidade do som através da rede de chamada HD Voice, é um novo e exclusivo recurso chamado Active Leak Compensation, que ajusta automaticamente o volume de chamadas com base em quão perto você segura o seu Passport ao seu ouvido. É um recurso único e incrivelmente perfeito.
Como o BlackBerry descreve, “um microfone no falante auricular do smartphone”. Parte da única matriz Quad-Microphone do aparelho e mede a pressão sonora em seu ouvido e ajusta o volume em conformidade para uma qualidade de som muito consistente.
Nos testes que fiz para testar esse recurso notei nitidamente a qualidade da chamada que parece ser mais clara do que outros modelos de BlackBerry 10 e até mesmo em ambientes com ruídos.

Se você é alguém que passa metade do seu dia em telefonemas e chamadas de conferência ou de qualquer outro método que exija que utilize o fone do aparelho, não vai ter nenhum problema quanto a isso.
Caso seja uma pessoa que necessita utilizar bastante o alto-falante do aparelho, em ambientes como dentro de um carro por exemplo, não vai ter problema também com sua saída de som na parte inferior do aparelho do qual possui uma qualidade que já falamos acima.
Os alto-falantes no dispositivo também oferece uma saída de som de alta qualidade fazendo também o uso desse Quad-Microphone como índice de uso para esse recurso. onde tanto a entrada quanto e saída soam claramente para qualquer um ouvir.
Quanto ao recurso de chamadas e receptividade de telefonemas nunca tive problema com nenhum aparelho que tive, mas notei grande e perfeita qualidade no BlackBerry Passport, mesmo em viva-voz, a qualidade é superior a outros aparelhos que já utilizei. Digo isso pois são os testes que mais faço em aparelhos que recebo para manutenção, portanto, sei muito bem quando um aparelho possui qualidade na chamada em ligação ou não.

Leitor de Cartão de memória e Nano Sim Card

A BlackBerry ousou em fazer um aparelho com bateria ‘non-removible’, como falamos acima, uma das baterias mais fantásticas do mercado de smartphones até hoje e, para tal, teve deixar as entradas de leitor de cartão Sim Card e Cartão de Memória. No BlackBerry Q5 e BlackBerry Z30, por também serem ‘non-removible’ as entradas para esses cartões são na parte lateral.

No BlackBerry Passport fizeram uma entrada na parte superior do aparelho, ou seja, removendo-se a tampa acima da câmera

leitor-cartao-sd-simcard-blackberry-passport-bbmagazine

Embaixo da tampa também podemos encontrar as informações do aparelho como IMEI, PIN, a SQL que é o modelo da LTE do aparelho equivalente a frequência de rede e etc…Foi uma mudança meio que radical, eu particularmente acho mais simples terem colocado no modo padrão, com as saidas nas laterais, mas optaram por colocar na parte superior.

A tampa se desencaixa quase que facilmente, mas é preciso ter muito cuidado pois parece que ao abrir vai se quebrar, mas é bem resistente a ponto de aguentar uma força moderada. O fechamento dessa tampa é eficaz, você sente fechando e não tem perigo de abrir com qualquer pancadad ou queda, proteção garantida dos seus cartões.

Câmera

A BlackBerry nunca manifestou interesse em particular com a câmera em seus dispositivos, eles se contentam com o que tem e está ótimo.
Com os últimos modelos de BlackBerry 10 isso tem melhorado um pouco, a qualidade das fotos nos dispositivos parecem ficar bem melhores do que nos BBOS´s incluindo também alguns recursos do aplicativo da câmera que ajudam a editar suas fotos tiradas.
O BlackBerry z30, de todos os últimos modelos, tem a melhor imagem de câmera, até por conta da sua resolução de tela e a grande tela que ajuda muito o enquadramento das fotos.
Ajuda muito uma lente especial para alta resolução de imagem, vendida em lojas especializadas, isso nas condições e configurações certas é claro.
O BlackBerry Z30 possui 8MP de câmera, assim como o Z10, porém o Z30 ainda consegue ser mais eficaz nas fotos.

camera-blackberry-passport-bbmagazine
Voltando para o BlackBerry Passport, a BlackBerry resolveu ir mais além, equipou o aparelho com as seguintes configurações de câmera:

Câmera Traseira:

  • 13MP, 5-elementos e lente f2.0 com estabilização ótica de imagem (OIS)
  • LED de flash
  • Zoom Digital de 5x
  • Gravação de vídeo em HD 1080p, incluindo 60FPS e estabilização de vídeo e iluminação 6DOF.

Câmera frontal:

  • 2MP
  • Vídeo de 720p

Enfim, vê-se uma grande melhoria na qualidade das fotos do Passport, isso eu garanto, você vai ver a diferença enorme que tem assim que utilizar e vai perceber que a diferença é enorme em comparação aos modelos de BlackBerry anteriores, veja um exemplo de imagem entre uma foto tirada com o Z30 e o Passport:

camera-fotos-blackberry-passport-bbmagazine

Veja foto em tamanho real: PASSPORT | Z30

Com a ajuda do sistema BlackBerry 10.3 que inclui recursos para melhoria e qualidade das fotos, assim como aplicar efeitos nelas, como sugestões para fotografar em diversos modos e ambientes, dependendo das condiguções climáticas e etc…
Agora você também pode tirar fotos panorâmicas nativamente, também vem com o Time Shift melhorad e você tem a opção de salvar uma captura no Time Shift para edição em outro momento.
A Câmera de vídeo traseira pode capturar até 60 fps (frames por segundo) em 1080p, o que é benéfico para gravação de objetos em movimento rápido também, assim como uma formulá 1 por exemplo, sem perder a imagem.
Um recurso bacana na opção de gravação de vídeo é que você pode tirar uma foto enquanto filma, ele possui um botão embaixo de Câmera que, ao pressionado, tira uma foto e grava na memória, você pode utilizar para pegar aquele momento interessante sem que precise parar a filmagem.
Ta achando pouco? Após a gravação de um vídeo você tem também a opção de editá-lo podendo recortar uma determinada parte dele, pode também ajustar o brilho, contraste de cor e brincar com o volume do som e o editor também possui um recurso de câmera lenta.
Para finalizar a câmera, hoje os BlackBerrys 10 possuem um app chamado Story Maker, pra você que nunca utilizou, recomendo que faça um teste pois o aplicativo é fantástico, pra quem procura um super editor de vídeo e criador de albuns de fotos e vídeos, tem o aplicativo direto no seu aparelho, descartando totalmente o Movie Maker do Windows. No Passport ele possui alguns novos recursos de configurações do vídeo, em alguns formatos e ajustes diferentes. Eu achei muito perfeito tanto a qualidade das histórias. Perfeito !!!

Equipado com BlackBerry 10.3

O Passport vem de fábrica executando o OS 10.3, assim como o Porsche Design P’9983, os dois são os únicos BB10.3.
Não irei me pegar muito nessa parte aqui nesse tópico pois, falar sobre o BlackBerry 10.3 é um tópico que será feito a parte, ele merece mais atenção, só irei ressaltar algumas informações básicas do sistema que vem equipado no BlackBerry Passport, mas em Janeiro de 2015, promessas de que o OS 10.3 já estará disponível oficialmente para todos os BlackBerry 10, veja abaixo alguns recursos inclusos nesse do Passport:

  • Apps são minimizadas no frame ativo onde você pode ter até 8 aplicativos abertos simultâneamente na sua tela inicial, o primeiro que você minimizar assume a posição superior esquerda da grade e a cada novo aplicativo vem abrindo na sequeência, ou seja, se você possuir 8 aplicativos abertos e, abrir qualquer um desses 8, ao ser minimizado ele volta para seu local de origem e não toma o lugar do primeiro, como funciona atualmente nos sistemas 10.2;
  • Essa nova versão traz a função de deixar aplicativos executados em segundo plano, sem que seja preciso estar em um Active Frame;
  • Recursos novos como ícones, botões e outros elementos gráficos que melhoraram muito a IU (interface do usuário) do sistema, com um design mais moderno e mais descritivo, mais fácil de entender e auto-explicativo;
  • A barra de ação no OS 10.3 destaca a tarefa mais comum para cada painel de um app, por exemplo, quando você compõe uma mensagem, o ícone de anexo é realçado;
  • A funcionalidade de cortar, copiar e colar no OS 10.3 foi aprimorado, dando mais controle no cursor e é integrado com o teclado sensível ao toque;
  • O Assistênte do BlackBerry Passport permite que você gerencie seu trabalho, e-mail, contatos, BBM, calendário e outros apps nativos do BlackBerry 10 através do uso da voz e comandos digitados. Ele ajuda voc~e executar tarefas essenciais mais rapidamente em qualquer situação, seja na sua mesa, no carro ou em uma reunião, oferecendo capacidades únicas como ter seu e-mail pra você ler e responder sem utilizar as mãos e faze-lo ler pra você, ou simplesmente dizer “book a meeting” para agendar um evento. O Assistant possui uma arquitetura best-in-class em novo processamento de linguagens muito precisa. Infelizmente não reconhece o nosso Português, ainda, mas reconhece perfeitamente o Inglês, Francês, Alemão, Espanhol e Italiano. O Assistant da um banho nos concorrentes.
  • O OS 10.3 possui interações avançadas em conjunto com os sensores do telefone onde você pode habilitar comportamentos, como a definição do telefone virado para baixo para o baixo consumo da bateria, entre outros;

os10-3--blackberry-passport-bbmagazine

  • Um novo monitor do sistema que fornece informações essenciais sobre o uso da bateria, o impacto dos apps instalados e utilizados, a vida da bateria e memória, uso de dados e armazenamento e estatísticas da sua CPU;
  • Com o visualizador instantâneo você recebe a notificação de novas mensagens no topo e pode responder na hora sem precisar sair do aplicativo onde você se encontra, função muito útil;
  • Modo de calendário (configurações) em reunião irá silenciar automaticamente o telefone enquanto você participa da reunião naquele horário programado, ou seja, você agenda uma reunião e esquece de definir as notificações como silencioso, ele faz isso automático pra você para não atrapalhar sua reunião =);

Enfim, essas entre outras funcionalidades adversas que iremos falar em um tópico especifico para o lançamento da nova versão do sistema operacional, mais completo e com todos os recursos ao pé da letra.

Digitação

Essa é a parte onde eu queria chegar logo, falar do teclado do BlackBerry Passport, um dos periféricos desse aparelho que mais foi citado na maioria dos eventos onde o mesmo foi promovido.

O SuperKeyboard do Passport é muito poderoso. A primeira vista você pensa “que grande, deve ser duro” ou “nossa, cade os simbolos e caracteres especiais?”, engana-se quando você começa utilizar.

No contexto geral ele é um pouco mais complexo do que parece ser, não é apenas um simples teclado, ele é um teclado faz-tudo.

teclado-keyboard--blackberry-passport-bbmagazine

Pra você que está acostumado a digitar no Bold 9900, Curve 9300 ou 8520/8350, ou até mesmo no BlackBerry Q5/Q10 vai sentir totalmente a diferença. No início você vai se perder um pouco e achar estranho, não apenas por conta dos caracteres que não se encontram mais nas teclas, e sim pela falta de uma nova fileira que foi retirada, onde nos modelos anteriores são 4 fileiras de teclas, no Passport são apenas 3, porém foi tão bem desenhado que em pouco tempo você se acostuma com ele.

Percebi que você deve amacia-lo com o tempo afim de, tanto se acostumar como deixa-lo mais macio pra melhor experiência da digitação.

Esse teclado é tão poderoso que ele funciona como um trackpad, vendo pelos vídeos e fotos que estou disponibilizando e pelo que vocês já devem ter visto na internet parece que ele é totalmente sensitivo, mas ele é um teclado comum com poderes sobrenaturais que detecta movimentos levemente. A dúvida é: Como digitar no teclado do BlackBerry Passport? Vai facilitar minha vida no trabalho do dia-a-dia?

A resposta é: SSIIMM !!!

Sem sombra de dúvidas, além de ser bonito e agradável quando se acostuma com esse teclado QWERTY você vai fazer de tudo com ele, em alguns aspectos você vai até deixar seus tablets e notebooks um pouco de lado e dar mais atenção ao aparelho, pois através dele você consegue fazer coisas inimagináveis e o teclado facilita muito o trabalho do dia-a-dia com certeza.

Você só vai ter que aprender a manusea-lo, pois com a falta dos caracteres, note na imagem que ao digitar, os caracteres aparecem na tela touch onde você vai precisar treinar para acostumar:

teste-teclado-passport-bbmagazine

E sobre o trackpad, como funciona?

O trackpad embutido no teclado é na verdade dividido em três seções.

Veja na imagem abaixo como fica na tela.

Assim que digitado, ele te mostra as predicções onde você pode escolher e completar a palavra que você quer e isso pode ser feito de 3 formas.

Primeiro: tocando na tela direto na palavra para completar
Segundo: utilizar o teclado sensível ao toque e deslizar com os dedos em cima dele debaixo para cima, a palavra será completada
Terceiro: terminar de digitar manualmente sem ajuda das predicções

3-secoes-bbmagazine-passport-digitacao

Se é útil eu não sei dizer pois isso é um caso particular, pra mim é muito útil e bem visto pois, além de facilitar na digitação não precisando necessariamente você digitar manualmente a palavra completa, ele acelera ainda mais a digitação de modo que você termine mais rápido e é isso que vai fazer o seu trabalho do dia-a-dia ser mais eficáz e rápido, utilizando esses recursos que vem embutidos no sistema operacional em conjunto com o hardware, isso que é tecnologia de ponta.
Outra funcionalidade que o teclado também tem, com seu toque tátil, é que em muitos aplicativos, documentos e navegadores você pode utilizá-lo para rolar as páginas, tão mais fácil e rápido quanto utilizar a tela touch para isso, ou seja, além de você manter a sua tela mais limpa sem necessitar deslizar toda hora por ela, você não se atrapalha em algum tipo de leitura que esteja fazendo, pode utilizar o teclado para deslizar pra cima e pra baixo onde sua página vai entender e fazer o que você manda.
Mas ele não é totalmente eficaz, não digo isso por conta do teclado em si, mas digo por conta de aplicativos que alguns são compativeis e outros não, ou seja, em alguns apps essa função de deslizar página vai funcionar e em outros não.
Os desenvolvedores de apps ai deverão prestar atenção nessa função e não esquecer de coloca-la em seus novos apps próprios para o Passport, pois vão ter que quebrar a cabeça ai muito e fazer um app diferente para cada tipo de aparelho, ainda mais que logo vem o Classic com o trackpad e os botões que vai atrapalhar um pouco no desenvolvimento, mas nada que não seja solucionável.

A BlackBerry diz que oferece a rolagem mais rápida, um controle do cursor mais intuitivo e a seleção de texto rápida tudo em um design minimalista.--citacao2--bbmagazine
Mas assim como eu, sei que tem muita gente que vai utilizar mais a tela touch do que o trackpad do teclado, até porque ele é sim muito bom, mas para algumas funções, nada substitui o touch da tela, principalmente para algumas tarefas onde exige uma agilidade maior para se chegar em um determinado local, nada melhor do que utilizar a tela para fazer isso. Pra quem vai adquirir um Classic, o uso do trackpad dele pode se tornar um pouco massante, mas há quem goste, eu gosto, mas muitas funções serão feitas deixando o trackpad de lado.

Só digo novamente o que eu já disse ai em cima, você vai demorar um pouco para se acostumar com esse teclado novo, suas funções e etc.
Pra falar a verdade eu me acostumei até que rápido em torno de 3 ou 4 dias, porém até o meu cérebro captar as funcionalidades dele demorou um pouco. Ainda assim eu me pego digitando nele e esqueço que é diferente, acostumado com o teclado do Q10 que uso há mais de 1 ano. Mas com o tempo você pega fácil.

Vamos as conclusões finais entre o lado bom e o lado ruim do Passport.
Lado bom:
Passport tem um belo design, sólido e durável, maior duração da bateria e simplesmente as melhores especificações implantadas em um BlackBerry, é um chute na bunda da concorrência.
Lado ruim: Não é um dispositivo para qualquer um, muitas pessoas gostaram e vão gostar, mas também muitas não gostaram e não vão gostar

Conclusão
Ao meu ver esse aparelho já esta sendo muito bem vendido e bem aceito pela publico brasileiro, assim como eu, muita gente gosta e muita gente tem curiosidade, até por conta do tamanho da tela, o enquadramento das coisas nela facilitam muito a leitura de qualquer tipo de material. Abri a revista Café com BlackBerry nele e não precisei aumentar zoom para ler, simplesmente ficou perfeito na tela sem que faça nenhum esforço e, utilizando o teclado para rolagem, facilitou ainda mais a leitura e o visual por completo dela.
O aparelho tem um belo e sólido hardware, a tela é enormemente perfeita e em geral, é um dispositivo com uma grande potência e desbanca qualquer outro sem sombra de dúvidas.

Acho que falei de todas as principais funcionalidades do aparelho em especificações, pois é o que interessa para a maioria de quem vem aqui ler.

Se é um investimento que vale a pena? Eu digo que SIM, vale a pena um investimento grande até porque ele está sendo vendido mais barato doque um iPhone 6 e que o valor não vale o investimento, até porque o --citacao3--bbmagazineBlackBerry Passport é um verdadeiro canivete suiço, você tem tudo na palma da sua mão, com um sistema operacional robusto que faz tudo o que você quer, compatível com 99% dos aplicativos Android e que muitos desenvolvedores estão vendo com outros olhos para essa plataforma que facilita muito o desenvolvimento de apps e a disponibilização do conteúdo na loja BlackBerryWorld e, que, em contra partida, ainda recebem para serem vistos e usados.

A BlackBerry tem dado muitas oportunidades para os developers do mundo todo e precisam se unir mais para aumentar a gama de apps disponíveis na loja.

 

É isso ai galera.

Entre em contato conosco através da loja e tire suas dúvidas, qualquer problema, discussões, críticas, sugestões você pode utilizar os campos abaixo de comentário e do Facebook também, assim como no Twitter, estamos em todos os lugares.

Se gostaram do Review, comentem, pois você só ve aqui no BlackBerry Magazine =)